Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

ITAJUBENSES CRIAM GRUPO PARA RECLAMAÇÕES DO TRANSPORTE PÚBLICO - Rádio Itajubá

Fale conosco via Whatsapp: +55 35 99120-4002

No comando: Misturadão

Das às

No comando: Super Show da Manhã

Das 6:00 às 12:00

No comando: Paradão Sertanejo com Luiz Bacana

Das 7:00 às 8:00

No comando: Revista da Manhã

Das 8:00 às 10:00

No comando: Brasileiraço

Das 00:00 às 01:00

No comando: Violada Sertaneja

Das 05:00 às 6:00

No comando: Santa Missa Soledade

Das 07:00 às 07:50

No comando: Expresso Dr. Bob

Das 10:00 às 11:00

No comando: Cantinho Sertanejo com Rosano

Das 10:00 às 12:00

No comando: Espaço Livre com a jornalista Elaine Romão

Das 11:00 às 12:00

No comando: A Voz da Verdade

Das 12:00 às 13:00

No comando: Boa Prosa

Das 12:00 às 13:00

No comando: Show de Bola com Fabrício da Farmácia

Das 12:00 às 13:00

No comando: Ideias Positivas

Das 12:00 às 13:00

No comando: Deus é Fiel

Das 13:00 às 15:00

No comando: Calado Show

Das 13:00 às 15:00

No comando: A Verdade Liberta

Das 15:00 às 17:00

No comando: Chrame

Das 15:00 às 17:00

No comando: Unidos Pela Fé

Das 17:00 às 18:30

No comando: Programa Pé na Roça

Das 17:00 às 19:00

No comando: A Voz da Libertação

Das 20:00 às 20:30

No comando: FLASH BACK INTERNACIONAL

Das 20:30 às 21:00

No comando: Raridades

Das 22:00 às 23: 00

No comando: Romance

Das 23:00 às 00:00

ITAJUBENSES CRIAM GRUPO PARA RECLAMAÇÕES DO TRANSPORTE PÚBLICO

Um grupo de moradores criou um grupo para tratar de transporte público em Itajubá. O programa Espaço Livre da última quinta-feira (30) recebeu Hernane Rodrigues, que falou da iniciativa.

Rodrigues disse que o grupo do Facebook Reclame Valônia surgiu após a audiência pública para tratar da empresa de transporte. Segundo ele, a justificativa da Prefeitura para renovar o contrato com a prestadora de serviços foi que houve apenas oito reclamações em um ano. Por isso, ele e os amigos resolveram criar o grupo para selecionar as queixas e enviar ao canal oficial.

Hernane pontua que em apenas duas semanas foram mais de 12 reclamações. Entre as mais comuns estão: horários que não são cumpridos, itinerário, falta de pontos adequados e preço. Para ele o valor de R$ 4,00 é alto, pois, por exemplo, a maioria das pessoas que mora no Rebourgeon desce no Centro, e não no bairro Santa Rosa final da linha.

 

Deixe seu comentário: